Notícias

REJEIÇÃO DAS UNIVERSIDADES ESTADUAIS À MINUTA DA LGU DEIXA A SETI ACUADA

Na tarde desta segunda-feira (09), mais uma universidade estadual do Paraná, através do seu conselho Un...

Na tarde desta segunda-feira (09), mais uma universidade estadual do Paraná, através do seu conselho Universitário, rechaçou integralmente a minuta da LGU (Lei Geral das Universidades) proposta pela Seti (Superintendência de Ensino Superior, Ciência e Tecnologia do Estado do Paraná). A UEM (Universidade Estadual de Maringá) é a quinta universidade a rejeitar a proposta, cujo rechaço integral foi aprovado pelos conselhos universitários da Unespar (Universidade Estadual Paraná), da Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná), da UEPG (Universidade Estadual de Ponta Grossa) e da UEL (Universidade Estadual de Londrina).

A única universidade estadual que ainda não apreciou a proposta foi a Unicentro (Universidade Estadual do Centro Oeste), visto que a reunião do conselho universitário que deliberaria sobre esta pauta foi suspensa, sem nova data para ocorrer.

Vale lembrar que, desde que a primeira minuta da LGU veio à tona, Aldo Bona se mostrou irredutível quanto à retirada da proposta, durante reuniões tensas entre ele e o Comando Sindical Docente das IES do Estado do Paraná. Desde então, o Comando Sindical vem trabalhando junto às comunidades acadêmicas das IES, promovendo espaços de ampla discussão sobre a proposta. O primeiro resultado desta mobilização foi a apresentação de uma segunda proposta de minuta, a qual, embora apresentasse alterações com relação à primeira, mantinha seu caráter destrutivo às universidades estaduais. Esta proposta também foi rechaçada integralmente durante o II Seminário Estadual das IEES PR realizado recentemente em Ponta Grossa. Por fim, o rechaço dos conselhos universitários de cinco universidades estaduais simboliza mais uma forte ofensiva à proposta de Aldo Bona.

 

 Sigamos em defesa das nossas universidades!

Comando Sindical Docente