• Telefone

    (45) 3324-5541

    (45) 99959-7776

  • Onde estamos
    Rua Universitária, N°: 1390 Universitário 85819-110 | Cascavel - PR
  • Entre em contato
    adunioeste@gmail.com imprensaadunioeste@gmail.com

Notícias

Em assembleia, docentes decidem que a Adunioeste lutará pela derrubada de vetos do Tide

A assembleia geral extraordinária, que tinha como principal pauta a deliberação sobre formas de luta a respeito da Lei do Tide, foi realizada no dia 1º de agosto, na Unioeste campus Cascavel

Na tarde da última quarta-feira (01.08), a ADUNIOESTE realizou uma assembleia geral extraordinária na Unioeste campus Cascavel. Na pauta estavam: deliberação sobre formas de luta a respeito da Lei 19.594/2018 - Lei do Tide; encaminhamento sobre formas de luta pela Data-Base – reposição salarial de 11,53%; deliberação sobre paralisação no Dia do Basta - Mobilização Nacional em 10 de agosto; e destinação de patrimônio.

Para auxiliar no debate a respeito do TIDE e os vetos da governadora Cida Borghetti no Projeto de Lei aprovado na Assembleia Legislativa do Paraná, a ADUNIOESTE solicitou pareceres da assessoria jurídica do ANDES e do advogado Ludimar Rafanhim. Estes pareceres, bem como o parecer da assessoria jurídica do Sindiprol/Aduel (Sindicato dos Professores do Ensino Superior Público Estadual de Londrina e Região), foram apresentados na assembleia e estão disponíveis no site da Adunioeste (www.adunioeste.org.br). Além disso, o curso de Direito do campus Francisco Beltrão, na figura da professora Andressa Fracaro Cavalheiro, apresentou sua análise, assim como os pareceres. Em votação, foi definida pela maioria dos docentes presentes a luta pela derrubada de vetos. Um grupo de trabalho foi formado durante a assembleia para debater quais vetos deverão ser derrubados, visto que constatou-se ser possível a derrubada parcial dos vetos da governadora.

Quanto à data-base, o posicionamento dos docentes da Unioeste segue pela mobilização em prol da reposição de 11,53% (referente a maio, acumulado desde 2016). Além disso, foi deliberado que serão incorporadas na pauta de reivindicação da data-base as demais pautas da categoria. A data-base, bem como o TIDE, estará na pauta do Dia do Basta, uma paralisação nacional programada para o dia 10 de agosto, pela qual os presentes na assembleia votaram de maneira favorável. Também foi definido que os docentes da universidade irão aderir à mobilização do dia 30 de agosto, quando completam-se 30 anos do dia em que professores da rede estadual foram massacrados (com cavalos, bombas e cães) pelo então governador Alvaro Dias, durante uma manifestação na Praça Nossa Senhora de Salette, em Curitiba. Foi indicado, durante a assembleia, que na Unioeste a mobilização será através de atividades que serão realizadas em todos os campi da universidade.

A última pauta da assembleia foi sobre a destinação de móveis e utensílios da ADUNIOESTE que estão na sede em Cascavel e no campus de Marechal Cândido Rondon. Por deliberação da assembleia, alguns móveis da sede serão doados. Já no campus Marechal, os utensílios serão mantidos no espaço onde estão, de modo a garantir um espaço de interação entre os sindicalizados da Adunioeste na universidade. A assembleia também deliberou pela criação de espaços semelhantes dos outros campi da universidade, sendo que o espaço físico deverá ser pleiteado junto à Universidade pelos sindicalizados de cada campus.